As caixas de entrada são mais disputadas do que nunca. Estima-se que cerca de 306.4 bilhões de emails sejam enviados diariamente. O que significa que você deve fazer o máximo para se destacar nesse mar de mensagens. E uma das coisas que podem fazer a diferença nos seus envios de e-mail marketing é a linguagem.

Encontrar a linguagem certa para suas campanhas de email marketing pode não ser fácil, mas é necessário. Pense no seguinte: a linguagem certa na linha de assunto faz seus leads abrirem seu email. Da mesma forma, a linguagem certa no corpo do email fará seu CTR aumentar.

Mas qual é a linguagem certa? Existem dois pontos a respeito da linguagem nos seus envios de email marketing que você precisa considerar. Primeiro, temos o tom e a voz que você utiliza. Segundo, temos algumas power words que podem ser usadas para tornar seu texto mais persuasivo.

No artigo de hoje, falaremos sobre esses dois pontos para que você possa aperfeiçoar por completo a linguagem dos seus emails! Vamos lá?

Tom de voz nos envios de email marketing: como escolher?

Em primeiro lugar, é preciso pensar no tom de voz dos seus emails. Aqui, você precisa diferenciar duas coisas: como você escreve uma mensagem e qual personalidade deseja que sua fala tenha.

Por exemplo, existem diferentes formas de escrever que sua empresa está oferecendo um desconto especial de 10% para clientes antigos. Você pode dizer:

  • Estamos com saudades! Que tal um desconto de 10% para sua próxima compra?
  • Não perca essa oportunidade: use este cupom e ganhe 10% off na sua próxima compra!

E esses são só dois exemplos. Ainda existem diferentes outras formas de passar a mesma mensagem.

Além disso, sua mensagem pode ter diferentes personalidades. Nos exemplos acima, a primeira linha é mais amigável, enquanto a segunda é mais objetiva. Consegue perceber a diferença?

Seus leads também enxergam esse traço sutil no seu tom de voz, e isso faz toda a diferença na hora de convertê-los.

No entanto, não há um único tom de voz certo. Você precisa encontrar aquele que represente melhor sua marca e que ressoe no coração do seu público. Para isso, você pode seguir algumas dicas, como:

  • Identifique o posicionamento da sua marca: em primeiro lugar, seu tom de voz deve refletir o posicionamento da marca. Pense nos valores da sua empresa e qual mensagem você deseja compartilhar com seu público;
  • Conheça bem seu público-alvo: todos nós temos uma forma características de nos comunicar e com a qual nos identificamos mais. Você precisa identificar qual é o tom que ressoa com sua audiência e, para isso, é preciso saber quem é ela. Desenhe uma buyer persona, uma representação fictícia do seu comprador médio, para entender melhor quem é ele(a).
  • Teste diferentes tons para a mesma mensagem: faça como fizemos acima, escolha uma mensagem (como oferecer um cupom de desconto) e escreva com diferentes tons e personalidades. Estude as diferenças e realize testes A/B para identificar aquela com a qual seu público mais se identifica.

Lembre-se, uma vez escolhido o seu tom de voz, é preciso que ele seja consistente ao longo das suas campanhas de email marketing.

Isso não quer dizer que você não possa fazer uma piadinha aqui ou ali caso seu tom seja mais formal, ou que não possa ser sério caso sempre faça piadas — a chave aqui é ser consistente de forma que os usuários reconheçam quem está falando com eles só pela forma como você escreve suas mensagens.

Power words que fazem a diferença nos seus envios de email marketing

A linguagem dos seus envios de email marketing também é composta das palavras que você escolhe. E existem algumas palavras, chamadas de power words, que têm um poder maior de converter os leads. Como um bom digital marketer, você precisa conhecê-las.

Uma pesquisa do Campaign Monitor identificou quais são as power words que trazem melhores resultados nos envios de marketing. Sem nenhuma surpresa, o nome do lead apareceu em primeiro lugar, mostrando que emails personalizados realmente convertem melhor do que mensagens genéricas.

Além do nome do lead, palavras como “exclusivo”, “limitado” e “alerta” também ajudam a levar o lead a tomar uma ação. Isso também vem sem muita surpresa, uma vez que a criação de um senso de urgência é uma das técnicas mais antigas do marketing — e é justamente isso que essas palavras fazem.

Palavras como “grátis” e “novo” também tiveram bons resultados, mostrando uma outra tendência: a de usar termos que deixem o benefício para o lead evidente.

Elas também criam uma atmosfera emocional no email, e já sabemos que gerar uma resposta emocional é outra das bases mais antigas do marketing.

Também podemos citar outras power words identificadas pelo estudo, como “especial”, “melhor” e “reservado”.

Juntando o que essas palavras nos mostram com o fato de que o usuário médio tem uma capacidade de concentração de apenas 8 segundos, podemos concluir que a linguagem das suas mensagens deve ser concisa, emocional e sucinta. E a melhor forma de fazer isso é adequando seu tom de voz ao uso de power words bem escolhidas.

A linguagem que você escolhe para seus envios de email marketing faz toda a diferença na hora de converter leads. Como tudo relacionado ao email marketing, a chave aqui é testar, testar e testar. Só assim você descobrirá o tom de voz e os termos mais efetivos para as campanhas da sua marca!

Gostou das nossas dicas? Continue acompanhando o blog e até a próxima!